A família Titoto, originária da província de Asolo, região do Veneto, veio para o Brasil por volta de 1888. Santo Titoto I com seus filhos Ricardo, Ernesto e Julia radicaram-se no município de Serrana (SP), na fazenda de Martinópolis como colono de café trazendo na bagagem seus conhecimentos no manejo com a terra.

Na Itália a família Titoto trabalhou no cruzamento de uvas e plantação de grãos e se destacaram na produtividade de grãos em tempos difíceis na Europa. No Brasil, Ricardo Titoto, filho mais velho de Santo Titoto I, criou sua família na lavoura e também na manutenção dos utensílios para os animais de tração, tornando-se seleiro. Os filhos de Ricardo trabalharam inicialmente como carroceiros e depois cresceram em cima do trabalho com a cana-de-açúcar. Uma história que se assemelha a outras famílias de imigrantes italianos.

As memórias da família Titoto registrada nesse vídeo reflete a união, o calor italiano e o trabalho e o carinho com a terra.

Família Titoto - Documentário Projeto PROAC Memória Italiana

Direção Geral: Adriana Silva; Antonio Bernardo Torres

Publicado: 17 de agosto de 2017